Sobre aprender a viver no fluxo e apropriar-se de si

3 Oct 2017

Venho observando em palestras e conversas recentes diversas pessoas citando a Teoria do Flow – do psicólogo Mihaly Csikszentmihalyi – e mais do que isso, minhas experiências pessoais e com clientes também me trazem para esta reflexão: Como podemos acessar tal estado e mais do que isso, aprender a viver no fluxo, respeitando os tempos, as respostas, mantendo equilíbrio e permitindo-se movimentar de forma contínua, sem esforços excessivos e apropriando-se do que se quer viver?

 

Uma pergunta longa, e para tal, respostas a serem construídas. Não existe uma única maneira de se atingir isso e nem tenho aqui a pretensão de trazer respostas prontas, mas sim uma reflexão que pode apoiar aos que desejam buscar suas próprias.

 

Dentro da teoria que Mihaly propõe, a definição deste estado está ligada a atingir foco absoluto em algo que se gosta de fazer, levando a uma grande clareza interna, serenidade, e até mesmo uma sensação de êxtase, parecendo estar além do tempo e do espaço naquele momento. Isso pode ser reconhecido quando estamos envolvidos em atividades que gostamos muito – sejam elas profissionais ou não. O psicólogo fez estudos diversos, com músicos, poetas, executivos, que descrevem experiências que os levam a este estado de harmonia, plenitude, fluidez e o atingimento de uma performance e realização desejados. Na mesma medida, estar fora deste “Flow” tem relação com estados de apatia, ansiedade, excitação, controle, preocupação, tédio, relaxamento.

 

Aqui podemos ter algumas dicas para uma reflexão pessoal sobre o que pode não estar fluindo da maneira que eu desejo neste momento? Como me sinto sobre esta situação? Ansiedade, preocupações excessivas e necessidade de estar no controle de tudo são estados muito vivenciados nos tempos atuais. E se eu sair do controle, o que vai acontecer? E se uma determinada pessoa não agir conforme minhas expectativas? E se o projeto, viagem, meta, acontecerem de maneira diferente do planejado? A notícia é: não temos mesmo nenhum controle sobre fenômenos externos e atitudes de outras pessoas. Nenhum mesmo!

 

Podemos, no entanto, acessar nossos recursos internos e buscar potencializar em nós mesmos estados que nos permitam fluir e saber atuar a partir das situações que emergem! Diria que um primeiro passo é exercitar viver no momento presente – aprender com experiências anteriores sem ficar no passado e atuar no presente construindo o que virá a ser meu futuro, sem ansiar por ele. Pois é, nada simples! E ainda que possa soar contraditório, o fluir está no simples, ou seja, sem esforço excessivo.

 

Gosto muito do que o autor Roberto Otsu escreve sobre as lições da água, no seu livro Sabedoria da Natureza: a água faz o caminho mais fácil, ainda que não seja o mais curto, para chegar até o seu destino e ao longo deste caminho desvia de obstáculos, se adapta ao trajeto, apenas fluindo. Se temos em nosso corpo mais de 60% de água, penso também ser de nossa natureza permitir que essa fluidez ocorra. Mas antes precisamos deixar de estarmos agarrados às nossas bordas.

 

Como você se sente na maior parte do tempo? Observar nosso estado, até mesmo fazer uma retrospectiva do dia e identificar o que trouxe harmonia, leveza, facilidade ao agir. Temos disponíveis o tempo todo dicas que nos são dadas por nosso corpo, sensações e resultados externos obtidos. Cada um vai encontrar respostas distintas para chegar a este lugar. Lembrando: o estado relaxado demais também nos tira deste fluxo – é preciso estar presente, atento e de certa forma sentindo-se desafiado a dar passos novos.

 

Buscar atividades práticas como esportes, atividades artísticas, dança, entre tantas outras podem nos apoiar a vivenciar mais vezes este estado presença e flow, e também aprender a levá-lo para a vida cotidiana, permitindo-se a fluidez e realizações pelos caminhos que vão sendo criados e transformados.

 

E você? Está agarrado a alguma “borda” atualmente? O que te leva a fluir? Como você pode ampliar este estado para as áreas mais importantes de sua vida?

 

Mariana Sartori

Coaching de vida e profissional | Orientação de Carreira | Apoio à recolocação

Curta em: https://www.facebook.com/marianasartoridesenvolvimentohumanointegrado/

 

Share on Facebook
Please reload

Arquivo
Please reload

Posts Recentes
Please reload

Procurar por Tags
Siga
  • Facebook Basic Square